ELO

Em uma atmosfera de cooperação e reflexão, a equipe da Sociedade Paraense de Defesa dos Direitos Humanos (SDDH) participou de dois dias intensos de assessoria do ELO, focada em aprimorar a gestão financeira do projeto financiado por Pão para o Mundo (PPM) e fortalecer também a própria instituição.

As atividades tiveram início com uma sessão de escuta atenta, na qual a equipe da SDDH interagiu com a assessoria para compreender as expectativas. Esse momento proporcionou uma troca valiosa de ideias e perspectivas, estabelecendo uma base sólida para os trabalhos subsequentes. A equipe também mergulhou nos desafios da gestão financeira, explorando a fundo as questões relacionadas aos recursos alocados para o referido projeto e uma reflexão sobre o cumprimento dos prazos.

No segundo dia, sob o olhar crítico das assessoras, Camila Veiga e Candice Araújo, foi possível identificar áreas de melhoria e eficiência na utilização dos recursos, visando otimizar os fluxos da gestão da a ação da SDDH e, consequentemente, os resultados do projeto. Foi importante aprofundar questões do projeto junto às estratégias institucionais, dialogando com as equipes do administrativo e da área programática, ressaltou Candice. 

Um ponto crucial foi a apresentação das alterações nas regras do convênio / projeto financiado por PPM. Essas modificações foram cuidadosamente trabalhadas visando aprimorar a eficácia e a relevância do projeto, alinhando-o às demandas e expectativas atuais da organização parceira. A atuação da SDDH é desenvolvida por muitos voluntários e diversos parceiros, e é sempre muito desafiador congregar as ações dos técnicos com as coordenações de cada área. Mas a nova diretoria tem feito um trabalho excepcional e é notável mudança no ambiente, com maior motivação e engajamento das equipes, afirma Camila

Durante as discussões a equipe não apenas identificou desafios, mas também propôs soluções concretas. Foram pontuadas sugestões valiosas relacionadas à instituição e ao próprio projeto de PPM, visando fortalecer os pilares fundamentais do programa e garantir resultados ainda mais potentes.

Ao final dos dois dias, a atmosfera era de entusiasmo e comprometimento. A equipe da SDDH saiu fortalecida, com novas perspectivas e estratégias para implementar melhorias significativas no projeto financiado por PPM. A parceria entre a SDDH e a assessoria do ELO revelou-se um exemplo de colaboração eficaz, promovendo o desenvolvimento e a defesa dos direitos humanos de maneira inovadora e sustentável.

Compartilhe:

Outras notícias: